Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha - Jogos Vorazes


Título: Jogos Vorazes


Autor: Suzanne Collins


Editora: Rocco Jovens Leitores


Ano de publicação: 2010


Páginas: 397


ISBN: 9788579800245


Nota: 05/05

Após o fim da América do Norte, surge Panem, uma nação formada por doze distritos sendo comandada pela Capital, que exerce o seu poder diante desses distritos com um Reality Show anual denominado de Jogos Vorazes. Jogos Vorazes é uma competição transmitida para toda Panem, onde um garoto e uma garota entre doze e dezoito anos de cada distrito são sorteados e obrigados a lutar até a morte, premiando um vencedor, lhe dando fama e também o direito de viver.

O livro é narrado pela perspectiva de Katniss Everdeen, uma garota de personalidade forte que vive no miserável Distrito 12 com a sua mãe e sua irmã mais nova, Prim. Após a morte de seu pai, Katniss assume a responsabilidade de sustentar sua família, usando o seu arco e flecha herdado de seu pai para caçar ilegalmente na floresta, e trocar esse ganho no mercado negro do Distrito 12, conhecido como Prego.

A Colheita é o termo utilizado para convocar anualmente os participantes dos Jogos Vorazes. Na Colheita no Distrito 12, o nome de Prim é chamado para participar da septuagésima quarta edição dos Jogos Vorazes. Não disposta a deixar a sua irmã participar dos jogos, Katniss se oferece para participar em seu lugar, o outro selecionado do distrito é Peeta Mellark, o filho de padeiro, cujo seu maior trunfo até então, é carregar sacos de farinha e confeccionar bolos. Katniss é Peeta não são próximos um do outro, nunca trocaram uma palavra sequer.

“Na Capital, as pessoas fazem cirurgias para parecerem mais jovens e magras. No Distrito 12, parecer velho significa mais uma conquista já que tantas pessoas morrem cedo.”

Durante a preparação para os jogos, os selecionados de cada distrito são levados para a Capital, com refeições fartas, desfile em publico e aparição na TV. Uma vida que jamais seria levada dentro de um distrito, cuja qualidade de vida muitas vezes deixa a desejar. A vida na Capital é totalmente diferente da vida que as pessoas levam nos distritos, as pessoas são vaidosas, pintam o cabelo, não querem demonstrar que a idade está avançando.

Nos jogos, todo mundo luta pela sua sobrevivência, cada um tem a sua estratégia para seguir adiante nos jogos, uns se aliam aos outros e caçam os mais fracos, são conhecidos como Carreiristas. Outros agem por conta própria, outros jogam no erro do adversário. A verdade é que a cada morte, um tiro de canhão será dado.

O livro prende fácil a atenção de qualquer um que tenha a oportunidade explorar Panem, Suzanne soube explorar bem os pontos fortes da distopia, como a violência gratuita e também ao sensacionalismo barato que se vê em qualquer veículo de comunicação por aí.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...