Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha: Quando o amor acontece - A Procura

Título: Quando o amor acontece – A Procura

Autor: Lívia Messias e Poliana Costa

Editora: Amazon/Kindle

Ano de publicação: 2015

Páginas: 475

ISBN: 9788591755455

Nota: 05/05


Um dos romances mais fofos que já li! As autoras Lívia e Poliana estão realmente de parabéns! Conseguiram criar uma história romântica e que não é em nenhum momento cansativa, muito pelo contrário.


A história fala sobre a vida de Rafael, um jovem que retornou recentemente de sua missão em Araçatuba pela sua igreja. Ele mora em Minas Gerais com sua mãe Denise. Recém-chegado em Minas, Rafael consegue arrumar um emprego e também começa a fazer faculdade, coisas que ficaram paradas nos dois anos em que ele ficou fora.

No começo da história, aparece algumas lembranças de Rafael da época de sua missão, de como era feliz e que conheceu pessoas muito especiais como Mauricio, que se tornou seu melhor amigo. Ele foi missionário junto com Rafael em Araçatuba. Quando um missionário retorna para sua casa após cumprir sua missão, segundo suas crenças, eles estão prontos para se casar, construir uma família, exercer sua profissão, estudar e trabalhar.
Representação de Rafael e Mauricio quando foram missionários.
Por um infeliz acaso da vida, Rafael perde seu celular dentro do ônibus no seu primeiro dia a caminho do trabalho. Ele se sente muito mal com o acontecido, foi um presente da sua mãe, não sabia o que fazer, e fica super chateado.

Chegando em seu novo trabalho, Rafael conhece Alice. Vou ser bem sincera, não gostei de Alice desde o começo!! E tenho certeza que a maioria das meninas que lerem a história vão acabar pensando o mesmo (risos). Alice é uma garota muito bonita com olhos amendoados, bem perfumada, muito bem arrumada, atraente, mas não transparece ser uma pessoa bonita por dentro somente por fora.

Alice aproveita para se aproximar de Rafael logo em seu primeiro dia de trabalho, o convida para almoçar junto com ela, ele logicamente aceita. Rafael comenta sobre a perda do seu celular e diz que se alguém achasse e devolvesse ele ia ficar muito feliz, pois faria o mesmo se achasse o celular de alguém. Alice tira suas esperanças logo em seguida dizendo que se fosse ela que tivesse achado, não devolveria e pergunta se por um acaso ele é “crente”. Rafael se sente incomodado com a forma que a pergunta foi feita e afirma que é cristão sim, mas se sente um pouco desconfortável com a situação.

Ao retornar para casa, sua mãe lhe dá uma excelente notícia: a moça que achou o celular dele perdido ligou para ela e marcou um encontro para devolver o aparelho. Rafael fica um pouco receoso e pensa que pode ser uma cilada, então decide ir no lugar da mãe para não ter nenhum risco.

A história parte para o ponto de vista de Flávia, estudante de jornalismo que está à procura de um estágio na sua área. Flavia é caçula de 3 irmãos. Ela é a única filha menina! Seu irmão mais velho chamado Fabricio estuda em uma faculdade no exterior e seu outro irmão Felipe mora junto com ela e seus pais. Flavia acaba acordando seu irmão mais cedo por motivos de: empolgação pré entrevista. Ela ia tentar um estágio que seu professor estava selecionando alguns alunos para participar. Antes de sair de casa, sua melhor amiga Marina manda para ela uma mensagem de apoio. As duas são inseparáveis, mesmo Marina sendo dois anos mais velha do que Flávia.

Ao sair de casa para fazer a entrevista eis que Flávia pega a mesma “lata de sardinha” que é como chamam os ônibus cheios que Rafael estava, mas ambos não se conhecem, ainda. Ao sentar no banco do ônibus, Flávia sente que sentou em cima de alguma coisa e quando vai ver é um smartphone.

Como o celular não era bloqueado, então foi fácil localizar o número da mãe de Rafael. Flavia imediatamente ligou e marcou o encontro com a mãe do menino. Chegando ao local da entrevista, Gustavo seu professor que oferecia o estágio já estava no lugar combinado. Ele tinha no máximo 30 anos e muitas garotas caíam de amores por ele.

Seu professor tem certeza que ela é a pessoa perfeita para ser sua estagiária e pergunta se ela aceita. Flavia fica um pouco hesitante em aceitar, mas no final acredita que vai ser muito bom para ela, mesmo tendo a impressão de ter sido cantada pelo seu professor.

Rafael ao chegar ao trabalho no dia seguinte, conta para Alice o que tinha acontecido, e para sua tristeza a menina solta umas belas palavras de desânimo para ele. No final das contas, isso era tudo para arrumar uma desculpa para ela ir junto com ele encontrar a tal moça.

Chegando até o shopping, Rafael encontra com Flávia e para sua surpresa os dois já se conheciam. Rafael conhece um dos irmãos da menina e ambos são da mesma igreja. Quem não fica nada satisfeita com a coincidência é Alice que demonstra bastante antipatia por Flavia.

Como se não bastasse Rafael ter perdido seu celular, na hora que Flávia entrega o celular para ele, ela entrega o seu. Mesmo os dois achando que era bem difícil os dois se encontrarem novamente, parece que alguém quer que os dois se vejam novamente.

Mauricio mora em Salvador e decide visitar seu amigo Rafael em Minas Gerais, para participar de uma festa na igreja de seu amigo. No dia tão esperado da festa, Mauricio conhece Marina e fica completamente apaixonado por ela. Já Rafael e Flavia, estão enrolados com pessoas que digamos, não fazem tão bem para eles como Marina e Mauricio, que se completam.
Na imagem representando: Marina, Mauricio, Flavia e Rafael.
A leitura desse livro é muito agradável, você percebe que em nenhum momento os dois personagens principais Flavia e Rafael têm maldade nenhuma ou tentam fazer mal para alguém, muito pelo contrário. Os dois se mostram pessoas maravilhosas, daquelas que você admira pelo seu jeito de ser. Mesmo que algumas pessoas tentem fazer com eles mudem seu jeito e suas atitudes, eles não voltam atrás naquilo que acreditam. Mesmo sendo um livro sobre um romance religioso, eu amei! Principalmente por que, tudo que era exposto a respeito das crenças dos personagens, uma explicação a respeito era dada. Então não foi difícil de acompanhar e entender. É um tema também que já me deparei diversas vezes, pessoas que tem suas crenças e acabam se envolvendo com pessoas que acreditam em coisas completamente diferentes ou não acreditam em nada. Isso é muito comum e da forma que foi abordada no livro deixa os leitores curiosos para ler cada vez mais. Agora estou curiosa para saber qual será o futuro de Flavia e Rafael. O final deixou N possibilidades em aberto. Estou torcendo para o segundo livro sair logo e esclarecer o que acontece no final dessa história apaixonante.


Ficou interessada(o) na história? Para adquirir seu ebook é muito fácil! Clique aqui


Conheça mais sobre as autoras Lívia Messias e Poliana Costa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...