Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha - Réquiem Para Um Assassino


Título: Réquiem Para Um Assassino

Autor: Paulo Levy

Editora: Bússola

Ano de publicação: 2011

Páginas: 224

ISBN: 9788562969058

Nota: 03/05



Um romance policial nacional com boa premissa

Réquiem Para um Assassino se passa na fictícia Palmyra, localizada no estado do Rio de Janeiro, mas afastada de sua capital. Palmyra é descrita como uma cidade litorânea de poucos habitantes, mas que recebe uma quantidade razoável de turistas que procuram sossego, além de conhecer mais sobre a sua história. Acidade acordava para mais um dia normal, até que um homem é encontrado assassinado, com o seu corpo atolado na lama do canal da cidade, e ao seu redor não se vê marcas de barco ou algum outro sinal que mostre como o corpo foi parar até lá.

O delegado Joaquim Dornelas também acordava para mais um dia em sua delegacia, durante o curto percurso até o local, Joaquim é surpreendido pelo corpo do homem desconhecido preso na lama do canal. Sabendo que a perícia demoraria bastante para chegar até o local, o delegado decide pular no mangue para analisar o cadáver, o corpo não tinha sinais de violência e também não fedia, possuía um band-aid no braço esquerdo e ao redor uma mancha arroxeada, mas o que mais impressionava em Joaquim, era que não havia sinais de como o corpo fora parar ali, pois não tinha rastros de barco, pegadas ou sinais de arrasto do corpo. A maré em breve iria subir e levaria o corpo dali, então Joaquim decide tirar algumas fotos do local com o seu celular e depois arrastar o cadáver dali para um local seguro até esperar a perícia.

O corpo encontrado não possuía nenhum documento de identificação, deixando Dornelas de mãos vazias a respeito da investigação do crime, até o momento em que ele recebe a ligação do vereador e empresário Nildo Borges, que diz ter recebido informações sobre o crime que podem ajudar o delegado. Nildo diz a Dornelas que o morto fazia parte de uma quadrilha de traficantes e se chama José Aristodemo dos Anjos, apelidado de Zé do Pó. Dornelas fica intrigado pelo fato de Nildo ter informações sobre o “crime do mangue” em tão pouco tempo e ele não, o vereador rapidamente entra na lista de suspeitos do delegado.

Após receber as informações de Nildo, Dornelas recebe a visita de Maria das Graças que diz ser irmã do Zé do Pó. Maria das Graças trabalha em casa como prostituta e “trabalhava” no momento em que o irmão foi atender a porta e foi surpreendido e levado por alguns homens encapuzados, deixando apenas uma seringa vazia na porta de casa. Para Dornelas, a seringa explicaria o band-aid no braço do cadáver.

Além de investigar o crime do mangue, que ganhou grandes proporções para a cidade, 
pois a mídia está em cima da investigação, Dornelas tem que lidar com problemas pessoais, sua esposa o deixou recentemente levando os seus dois filhos, alegando que Dornelas se dedicava muito a sua profissão e não tanto assim à sua família. A única companhia de Dornelas é o seu cachorro e uma cachaça em algumas ocasiões, além da farinha láctea com mingau para dar aquele “up” de vez em quando. Dornelas também está sendo preterido por Dulce Neves, mulher que trabalha no IML, mas Dornelas tem medo de iniciar um relacionamento, pois ainda sente a perda de sua ex.

Por ser um livro de pouco mais de duzentas páginas, a investigação e a conclusão do crime é bem constituída, trazendo a tona problemas familiares em busca de ascensão, infelizmente na estória teve uma lacuna que não foi fechada. Com exceção da família de Dornelas, os personagens secundários contribuem muito para o desenvolvimento da leitura. Há alguns erros de revisão no livro, mas que pouco atrapalham.


Acredito que Paulo poderia ter inserido a família de Dornelas para dentro do romance, pois eles ficaram em segundo plano em relação aos acontecimentos principais. Se você está procurando um romance policial não muito complexo e com surpresas, não penso duas vezes em recomendar Réquiem Para um Assassino.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...