Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha: Morte na Mesopotâmia

Título: Morte na Mesopotâmia

Autor: Agatha Christie

Editora: Nova Fronteira

Ano de publicação: 2014

Páginas: 240

ISBN: 97885209334807

Nota: 05/05

“O crime é um hábito”

Desde o primeiro livro que eu li da autora, fiquei impressionada com o talento que ela tinha para desenvolver uma trama cheia reviravoltas. Quando você acha que o caso foi solucionado, você com certeza está errado.

Este é o quarto livro que eu leio da autora, e mais uma vez não me arrependi. A única coisa que eu achei um ponto negativo da história, foi a demora para o assassinato ser solucionado, fora isso, não ficou nenhuma ponta solta. A história foi toda contada pelo ponto de vista da enfermeira Miss Leatheran que foi contratada pelo Mr. Leidner para cuidar de sua esposa que tinha passado por alguns traumas nos últimos tempos e estava psicologicamente abalada.

Além disso, a história se passa em um alojamento onde várias pessoas moram lá por conta da expedição arqueológica que eles estavam trabalhando naquele ano. São vários personagens que conhecemos, mas sinceramente, não dava para saber quem poderia ser o culpado pelo assassinato.

Algumas pistas são encontradas no local do crime, mas nada que prove quem poderia ter cometido o crime e como tinha sido cometido. O mais engraçado é que, algumas pessoas tentam não chamar a atenção depois que o crime acontece. Uns inventam o que estavam fazendo naquele momento, outros são aparentemente bem sinceros, mas parecem mesmo assim ocultar algo sobre o que havia acontecido.


Uma coisa que ficou bem explícito nesse livro, é que quem mata uma pessoa, se for necessário vai matar outras pessoas para tentar ocultar seu crime. Nesse livro, temos o prazer de contar com a investigação de Mr. Poirot, que, para quem conhece, não deixa nada passar despercebido.

O detetive apresenta várias soluções, e toda vez que ele começa a apresentar os argumentos, você acaba acreditando nele. Quando você se da conta, um pequeno detalhe muda a solução do crime e você fica olhando para o livro e pensando: E AGORA?


Eu sinceramente, sempre que começo a ler os livros da autora, eu já tenho certeza que o final será surpreendente. Recomendo muito a leitura de “Morte na Mesopotâmia”. Fiquei bem surpresa com a solução final que a autora apresentou. Mais uma vez caí nas armadilhas dela (kkkk), e no final eu não fazia ideia de quem poderia ter cometido o crime, e nem muito menos como. Para quem gosta de romances policias que não deixa pontas soltas e, além disso, uma solução impecável, não pode deixar de conhecer este livro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...