Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha - O Iluminado


Título: O Iluminado

Autor: Stephen King

Editora: Suma de Letras

Ano de publicação: 2012

Páginas: 463

ISBN: 9788581050485

Nota: 04/05



REDUM

Fazia tempo que estava adiando a leitura do aclamado O Iluminado do Mr. King, estava há um certo tempo na estante, decidi passar ele na frente de outros livros que eram prioritários e acertei em cheio. Triste por não tê-lo lido antes.

O livro se passa no fim da década de setenta. Somos apresentados à problemática família Torrance, Jack e Wendy pensavam que o seu casamento seria belo e perfeito como no começo, mas depois de pouco mais de dois anos, os problemas começaram a ficar visíveis. Eles têm um filho de pouco mais de cinco anos chamado Danny. Para Jack, muito dos problemas que a família enfrenta começou depois que Danny nasceu, o garoto tinha algumas convulsões e pesadelos e a família não sabia o que causava isso nele. Jack começou a ter sérios problemas com alcoolismo, e isso começou afetar sua vida tanto com Wendy e o pequeno Danny, como também profissionalmente, Jack é escritor, e nesse caso ter uma mente inspirada era essencial para o seu sucesso.

“É uma pena quando você vê certas coisas e não tem um revólver na mão.”

Como o trabalho de escritor não ia bem, Jack trabalhava lecionando em uma escola. Após uma noite regrada a álcool, Jack e Al Shockey, seu amigo e colega de trabalho, se envolveram em um acidente, mas fugiram do local. Desde então, os dois resolveram parar com o consumo de bebida alcoólica.

Mesmo sem beber, Jack tinha problemas para se manter longe do álcool, ficando às vezes muito estressado. Em um momento de fúria contra um aluno, acabou sendo demitido do seu emprego na escola.

O próximo passo dos Torrance é o Hotel Overlook. Jack consegue um emprego de zelador no Overlook intermediado por Al. O Hotel Overlook fica nas montanhas do Colorado nos Estados Unidos, Jack terá que viver junto com a sua família isolado de tudo durante todo o rigoroso inverno, pois o hotel fecha nessa época de temperaturas abaixo de zero grau, sem falar que a linha telefônica deixa de funcionar e o seu acesso também é bem complicado por conta da neve que interdita as estradas. Jack acredita que vivendo isolado do mundo será uma oportunidade para voltar a escrever, esquecer de vez a vontade de beber e ficar com uma situação confortável com a sua esposa e seu filho.

No último dia de expediente do hotel, Danny faz amizade com Dick Hallorann, o cozinheiro do hotel. Dick, para os íntimos, logo percebe algo de diferente em Danny, percebe que a criança tem uma mente diferente e muito forte. Dick diz a Danny que ele é um iluminado, uma capacidade de entrar na mente das outras pessoas, ler os seus pensamentos e até fazer previsões sobre o futuro. Dick fez Danny prometer que nunca visitaria o quarto 217 do hotel enquanto estivesse por lá.

“Este lugar desumano, cria monstros humanos.”

Quando enfim ficaram isolados no Overlook, as coisas parecia estar dentro dos conformes, só parecia. O hotel tinha uma atmosfera pesada e isso foi se intensificando cada vez mais conforme o tempo passava. Jack tinha bloqueios mentais e não conseguia se concentrar para escrever, sem falar na tremenda necessidade de beber que ele sentia e das alucinações que começou a ter. Jack começou a vasculhar sobre a história do Overlook e descobriu coisas horríveis sobre o passado do hotel, como assassinatos e das pessoas que já administraram o lugar. Danny começou a preocupar Wendy com os seus constantes pesadelos e alucinações. E Wendy, que pensava que as coisas melhorariam, começou a viver um pesadelo, vendo o marido se descontrolar e ficar de mãos atadas. Viver isolado no hotel estava se tornando insuportável para os três.

Eu gostei como King escreveu o livro, a maior parte dele é narrada pelo ponto de vista dos Torrance, com uma narrativa que volta no passado de cada personagem, respondendo os “porquês” que no começo do livro eu fazia.

Gostei também de como o pequeno Danny foi retratado. Geralmente quando se tem uma criança e ela é um personagem principal para a trama, os autores costumam transformar a característica de uma criança como se ela fosse adulta e agissem como tal. Danny têm os mesmos sentimentos que qualquer criança de sua idade deve ter, e isso não foi esquecido. Ponto muito positivo na minha opinião.

Cena do filme O Iluminado - Foto: reprodução
Eu, assim como outros que ainda não leram o livro, devem pensar que ele é um livro de terror. Pode até ser de terror se você for uma pessoa que se assusta fácil, o livro é mais um suspense com um psicológico muito forte. Acredito que o filme de nome homônimo mas não tão baseado no livro, seja mais assustador.

O final foi bem previsível, e sem surpresas. Achei que King usou e abusou da ficção no que diz respeito aos acontecimentos do Overlook. Mas isso não tira os méritos desse ótimo livro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...