Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha - Restos humanos


Título: Restos humanos

Autor: Elizabeth Haynes

Editora: Intrínseca

Ano de publicação: 2014

Páginas: 320

ISBN: 9788580574838

Nota: 02/05



Livro “oito ou oitenta”

Restos humanos tem uma capa chamativa e uma boa sinopse que faz com que as pessoas se interesse em lê-lo. É tratado, segundo a sinopse, como um thriller psicológico, mas ao concluir a leitura percebi que ele está muito longe disso.

Narrado em primeira pessoa, conhecemos a analista criminal Annabel Hayer, uma mulher com os seus quase quarenta anos e bem reclusa. Para muitos, Annabel pode ser uma pessoa antissocial, pois não fica de conversa com os seus colegas de trabalho, não sorri com muita regularidade, sem namorados e também sem amigos. Annabel mora sozinha e de companhia, tem a sua gata que só aparece em casa só para se alimentar.

Em uma casa vizinha a de Annabel, ela percebe que há algo de errado na residência, pois há um forte cheiro saindo de lá. Annabel decide entrar no local e o cheiro se intensifica, lá descobre um corpo em avançado estado de decomposição, provavelmente morreu há meses e ninguém percebeu.

Annabel fica impressionada pelo fato de alguém morrer e ninguém sequer ter procurado a pessoa. Isso faz com que ela faça uma busca no banco de dados da polícia e descobre que outros vinte e quatro corpos foram encontrados nos últimos meses na mesma condição.

Quando Annabel informa seus superiores sobre a descoberta, eles fazem pouco caso sobre o assunto porque Annabel não conseguiu fazer uma ligação entre as mortes que ocorreram, pois não foram encontrados sinais de violência nas vítimas que justifique o óbito. Era como se as pessoas decidissem simplesmente desistir de viver.

Annabel decide fazer um levantamento paralelo e consegue apoio de um jovem jornalista que vem investigando o caso, mas no começo Annabel recusa a sua ajuda, pois ela teme que ele só quer saber sobre o andamento das investigações para poder escrever uma matéria para o seu jornal.

Os dois acabam se aproximando mais depois de Annabel sofrer com uma perda familiar, ela se achava tranquila e capaz de lidar com a morte, mas ela encontra um “anjo” e decide ficar em casa somente descansando e sem se alimentar. Annabel não estava percebendo, mas estava seguindo o mesmo caminho que as pessoas que estavam morrendo sozinhas em casa.

O tal do anjo que Annabel encontrou é Colin Friedland, durante a leitura, temos alguns capítulos dedicados a ele. Colin tem uma aparência de um cara normal, mas ele tem uma característica psicológica conquistar qualquer pessoa que esteja sofrendo com algum problema depressivo. Ele tem um papel importante na trama.

O livro procura tratar mais sobre o que a depressão pode fazer com as pessoas do que um thriller psicológico como foi prometido na sinopse. Você pode gostar muito do livro, como também pode odiá-lo, vai depender do que você espera da leitura, eu esperava um pouco de suspense e acontecimentos que ficassem marcados, nem quando Annabel encontra um corpo em um avançado estado de decomposição, não foi possível sentir aquela sensação de horror quando lemos algo que tem algo perturbador. Como não consegui encontrar isso enquanto lia, achei o livro decepcionante.

Em alguns pontos do livro, a autora procurou escrever sobre as pessoas que já morreram, justificando o porquê delas escolherem aquele caminho. Eu sinceramente não entendi o que Haynes quis passar para os leitores, pois ler uma narração de uma pessoa que já morreu não tem nexo algum com a trama principal.

Os dois personagens principais não agradam. Annabel tem aquele chavão de personagem que é odiado pelas pessoas. Em seu ambiente de trabalho, sempre fica com pensamentos sobre um ou outro não gostarem dela. Como ambos são reclusos, não há muito diálogo deles com outros personagens coadjuvantes, fazendo com que Haynes nos apresente um pouco do passado de cada um, mas isso não agrega em nada nas ações dos personagens para o desenvolvimento da história, deixando a leitura entediante.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...