Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha: Memória Falsa

Título: Memória Falsa

Autor: Dan Krokos

Editora: V&R Editoras

Ano de publicação: 2015

Páginas: 320

ISBN: 9788576838685

Nota: 03/05


Confesso que quando vi a sinopse desse livro, fiquei com muita vontade de ler. Como sempre, criei muitas expectativas. Sou a expert nisso. Mas, parece que eu deveria ter esperado um pouco menos.

A história começou muito bem. Logo de cara conhecemos Miranda, ela sabe o nome dela, sabe em qual cidade está, mas não se lembra de onde veio, quem ela é, se tem pais, irmãos e não lembra nem de onde mora. Ela acordou deitada em um banco em uma praça. Dentro de um shopping ela pede ajuda a um segurança que se recusa a ajuda-la por achar que ela estava mentindo sobre ter perdido a memória.

Mas, em um momento impensado, Miranda causa uma confusão no shopping e várias pessoas acabam morrendo por causa disso. Ela não entende muito bem o que estava acontecendo, até encontrar Peter um garoto que afirma ser seu amigo, e promete explicar tudo para ela.

Depois de saírem dessa situação terrível que Miranda se meteu sem querer, Peter explica para ela o motivo dela ter causado aquela situação. Ela disparou uma carga de energia psíquica que afetou o cérebro das pessoas que estavam naquele shopping, despertando o medo nelas, por isso todos saíram correndo e uns acabaram se jogando no vão do shopping. Quando li essas informações, fiquei intrigada. Que papo é esse de onda psíquica? O cérebro dela foi desenvolvido para conter multidões e ele permite com que ela sobreviva a uma terapia genética que as pessoas denominadas como Rosa são submetidos.
Além de Peter, Miranda tinha mais algumas pessoas muito importantes do seu passado. Uma delas foi causadora da perda de memória dela. Os Rosas tem que tomar uma injeção todos os dias para evitar a perda de memória deles. As injeções de Miranda foram sabotadas por semanas, por isso ela perdeu a memória, e a pessoa que fez isso, era quem ela mais confiava no passado que ela mal lembrava.


“Você é parte de um experimento. Para obter paz por meio do caos. Você é a esperança de um futuro melhor.”

Noah, Olive e o Dr. Tycast, fazem parte do passado dela, mas ela não sabe quem são eles. Além do mais, Noah e Olive estão sumidos, e ninguém faz ideia do por que eles fugiram, e envolveram Miranda nessa história.

Achei que muitas coisas que aconteceram nesse livro foram muito corridas e mal explicadas. Duas pessoas muito importantes morrem, só que sabe quando não te convence a forma que elas morreram? Então... Miranda confiou muito rápido no que estavam contando para ela. Mesmo ela não tendo muita opção, eu teria sido mais desconfiada.

Muitas revelações estão nas memórias do passado de Miranda, mas cabe a ela guardar para si mesma ou contar para os amigos. Outra coisa que me incomodou muito na história: se fala muito em pessoas que foram as criadoras daquele projeto, falam até de clientes interessados em usar os Rosas para algumas coisas, mas não ficamos sabendo direito como foi isso, quem fez isso, se é uma empresa, se o governo está envolvido, nada. Isso me deixou decepcionada, mas como é uma trilogia, tenho esperanças que nos próximos livros as respostas que estão faltando apareçam.


“Só uma pessoa cínica pensaria que tudo isso foi por dinheiro.”

As continuações já foram lançadas e em breve vai ter resenha aqui no blog. O segundo livro se chama “Visão Falsa” e o último “Futuro Falso”. Essa trilogia tem tudo para ser muito boa, tenho expectativas que no próximo livro, maiores explicações eu vou encontrar e ação do começo ao fim, assim como foi nesse primeiro livro.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...