Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha - O Regresso


Título: O Regresso

Autor: Michael Punke

Editora: Intrínseca

Ano de publicação: 2016

Páginas: 272

ISBN: 9788580578591

Nota: 04/05



Uma história de vingança, ou quase isso

Muitos conhecem O Regresso pela excelente obra cinematográfica dirigida por Alejandro González Iñarritu e protagonizada por Leonardo DiCaprio e muito aclamada pela crítica. O livro escrito por Michael Punke que deu origem ao filme foi publicado em 2002, mas para muitos – inclusive eu – conhecemos a obra literária devido ao sucesso que o filme fez.

A história se inicia em agosto de 1823 no oeste dos Estados Unidos, conhecemos o experiente caçador Hugh Glass, que faz parte da Companhia de Peles Montanha Rochosas que se prepara para uma nova expedição que levará meses. A companhia sofreu recentemente o ataque de índios locais conhecidos como arikaras após uma negociação mal sucedida que comprometeu os negócios da companhia.

"Há uma onda nos negócios dos homens
Tomada no momento certo, leva a fortuna..."

Sob o comando de Andrew Henry, um grupo parte para caçar peles, entre eles Hugh Glass, que logo no segundo dia de expedição sofre um ataque de uma enorme ursa cinzenta. No momento do ataque, Glass estava sozinho e com pouquíssimas chances contra o animal, com o rifle em mãos, atirou contra a ursa, mas que de imediato pouco adiantou, deixando-a mais feroz. Glass foi violentamente ferido, a ursa lhe rasgou em grande parte do seu corpo com a sua enorme garra, mordendo-o, levantava Glass com enorme facilidade, com se o caçador fosse de pano.

Os demais caçadores ouviram o barulho do tiro do rifle de Glass e foram a sua procura, de início pensaram que não se passava de um tiro para abater um animal, mas a cena que presenciaram, deixou todos chocados. A enorme ursa cinzenta jazia morta de bruços e debaixo dela estava Glass, quando conseguiram retirar a ursa de cima de Glass logo pensaram que ele estava morto devido aos ferimentos que sofreu por todo o corpo, a garganta era o que mais preocupava, estava literalmente estraçalhada.

DiCaprio como Hugh Glass
Passados quatro dias, Glass recebeu os cuidados do capitão Andrew Henry, mas este não via nenhum sinal de melhora do caçador que estava bem fraco, pois não conseguia se alimentar e passava a maior parte do tempo inconsciente. O grupo estava perdendo tempo e então Henry comunicou o grupo que precisava de dois voluntários para ficar com Glass até o momento que ele morresse, a recompensa pelo serviço seria de setenta dólares para cada voluntário, os caçadores pensaram entre si e quem ficou responsável por ficar com Glass foram John Fitzgerald e o jovem Jim Bridger. Fitzgerald era visto como um mercenário, sempre arrumava alguma confusão por onde passava, não tinha nenhum apreço por Glass, estava fazendo o serviço voluntário pelo dinheiro, já Bridger era o mais jovem do grupo, com apenas 19 anos, que teve uma infância difícil, perambulou por alguns empregos até aparecer a oportunidade de trabalhar na Companhia de Peles Montanha Rochosas.

"Prefiro atirar do que confiar na pessoa errada."

Fitzgerald não via a hora de Glass morrer, avistou a distância alguns índios e convenceu Bridger de que eles teriam que partir, Bridger queria cumprir a tarefa que lhe foi dada que era esperar Glass morrer para enterrá-lo, mas temia Fitzgerald. Glass tinha consciência da conversa dos dois caçadores e percebeu o momento em que Fitzgerald pegava os seus pertences e o abandonava com Bridger ao seu encalço.

Daí em diante, acompanhamos a difícil saga de Hugh Glass que foi deixado a beira da morte com apenas a roupa do corpo em um região cheia de índios nada amistosos. O desejo de vingança contra Fitzgerald e Bridger é o que dá forças para Glass se manter vivo no rigoroso inverno que se iniciou, sem falar em sua dificuldade em se alimentar devido ao grave ferimento que tem em sua garganta por conta do ataque da ursa.

Em meio a trajetória da saga solitária de Glass, Punke dedica alguns capítulos para a dupla Fitzgerald e Bridger, que conseguem alcançar a sua equipe e Fitzgerald cria a versão de que Glass teve todos os cuidados necessários até a sua morte.

Para ajudar o leitor, no início do livro há um mapa da região da história retratando todos os lugares que Glass e outros personagens passaram.

A inspiração de Punke para escrever O Regresso veio através de histórias que aconteceram na época, ou seja, se trata de uma história de ficção, Punke procurou ser o mais estudioso possível com os eventos da época para criar a obra, no final do livro há mais detalhes sobre isso.

Para quem viu o filme, eu recomendo a leitura da obra, há algumas distorções do que acontece no filme em comparação com o livro, mas nada grave, além de trazer mais detalhes sobre o passado dos principais personagens da trama. O Regresso é uma história fantástica sobre vingança, mas a vingança nem sempre sai como o planejado.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...