Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha: Irmãs em Auschwitz

Título: Irmãs em Auschwitz

Autor: Rena Kornreich e Heather Dune

Editora: Universo dos Livros

Ano de publicação: 2015

Páginas: 406

ISBN: 9788579308888

Nota: 05/05

Eu me interesso bastante por livros que se passam na segunda guerra mundial, mas esse foi o primeiro que eu li consciente que tudo o que estava sendo retratado, realmente tinha acontecido.

É um livro forte e triste. Vamos encontrar muitos momentos de felicidade, mas que ficaram em um passado, que por muitas vezes, os judeus acharam que nunca mais teriam a oportunidade de viver momentos felizes novamente.

O livro foi escrito por Heather, que se sentiu lisonjeado por ter a oportunidade de colocar no papel a história de Rena, uma judia que passou três anos dentro do campo de concentração em Auschwitz . No começo foi bem difícil, pois, ela percebeu que escrever só os relatos de Rena, não seria suficiente para contar a história dela.

O livro retrata os períodos felizes que Rena passou com sua família e sua irmã Danka, o início da guerra e como os judeus sofreram nas mãos dos alemães, que faziam o possível para humilha-los e acabar com as tradições deles.

Acredito que o momento mais terrível, é quando Rena decide abandonar tudo e ir para os campos de trabalho, que todos falavam tão bem. Mal sabia ela, o inferno que sua vida se tornaria. Mas, naquela época, a verdade sobre os campos de concentração era desconhecida. Muitos achavam que trabalhariam e teriam condições dignas... Mas, tudo não passava de um engano. Antes de ir, ela escreveu cartas para todos aqueles que ainda estavam vivos se despedindo, inclusive de seu noivo que ela imaginava que ele entenderia sua atitude.

Acompanhamos a trajetória de Rena ao embarcar em um vagão de um trem de carga com várias outras mulheres, em condições lastimáveis de higiene e sem nenhuma comida. Ao chegar aos campos de concentração, a ficha de Rena finalmente caí e sabe que dias muito difíceis estariam por vir.

Antes dela ir para os campo de concentração, eu torcia para que ela não se entregasse aos alemães, mas ela acreditava que fugir seria pior. Não da para saber se a fuga seria melhor, pois, muitos que fugiram e fingiram não ser judeus, foram mortos.

A injustiça que foi feita com os todos que chegavam aos campos naquela época foi simplesmente terrível. Era todo tipo de humilhações, todos trabalhavam o dia todo e muitas vezes sem comer nada, muito eram espancados e alguns chegavam a se jogar nas cercas elétricas, muitos cansados de viver naquelas condições.

Rena ficou ainda mais preocupada em tentar sobreviver a tudo aquilo, quando viu que sua irmã Danka também estava no campo de concentração. As duas passaram por todas as dificuldades juntas, uma ajudando a outra. Mas, destaco os esforços de Rena para sempre ajudar a irmã a não desistir. Ela foi muito forte, deixava de comer muitas vezes para subornar pessoas dentro do campo para conseguir remédios e algumas outras regalias.

Quando a guerra finalmente acaba e os alemães são derrotados, e finalmente os judeus estão livres, mas antes de conseguir chegar a um lugar seguro, Rena e Danka vão passar pela última provação da vida delas, que por muitos momentos eu achei que seria o fim para elas.


Esse livro eu recomendo para quem está disposto a ler sobre a experiência de uma sobrevivente do campo de concentração, então se prepare. Fiquei indignada em muitos momentos e pensando em como o ser humano pode fazer algo assim. Acredito que histórias assim são importantes serem lidas e repassadas, para que nunca algo assim aconteça novamente.A história, é extremamente emocionante e comovente, então prepare seu coração.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...