Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

RESENHA - CONSPIRAÇÃO NO FIM DO MUNDO


Título: Conspiração no fim do mundo
                                        
Autor: Saïd Farhat
  
Editora: Europa
  
Ano de publicação: 2013
  
Páginas: 448
  
ISBN: 9788579601705

Nota: 3/5



Don’t cry for me, Argentina.


Não é de hoje que a rivalidade de Brasil e Argentina é uma das maiores do mundo e isso não se dá pelo futebol, pelo contrário, o futebol apenas a adotou de forma mais imbecil. Nesse livro Saïd explica a origem dessa rivalidade e permeia sobre fatos históricos e importantes de nossos hermanos misturando realidade com ficção.

Militares brasileiros desconfiam que cientistas argentinos estejam prestes a desenvolver uma bomba atômica e com isso designam o Coronel e engenheiro eletrônico, Antônio Schmidt, para investigar tais suspeitas. Em solo argentino, Schmidt rastreia indícios que comprovam a desconfiança dos militares e começa uma jornada de espionagem e infiltração.
Schmidt além de engenheiro é o famoso “171” na hora de buscar informações necessárias à sua missão. Disfarçado de Antônio Gomes, um professor universitário, ele obtém dados sigilosos de cientistas argentinos e os repassa aos seus superiores que, ou não sabem qual atitude tomar para conter a fabricação da bomba, ou são impedidos pela Presidenta do Brasil de agir de forma mais incisiva.

Com informações de que os militares argentinos irão fazer o teste da primeira bomba muito em breve, os militares brasileiros correm contra o tempo para solucionar o impasse entre as possibilidades de contenção apresentadas à Presidenta.
Encontros diplomáticos entre as duas Presidentas dos dois países aproximam as líderes em busca da resolução mais pacífica possível. Entretanto militares argentinos estão descontentes por desconfiar que exista um brasileiro infiltrado farejando a bomba atômica e também correm para acelerar a explosão-teste do primeiro experimento.
Como a explosão pode devastar vidas animais da Patagônia os militares brasileiros pressionam a Presidenta brasileira, que por sua vez, pressiona a Presidenta argentina gerando uma crise política no país Alviceleste que o povo jamais gostaria de reviver.

Cenários Patagônicos e regiões montanhosas de Bariloche são o pano de fundo para se aprofundar na história desse livro, o que aumentou minha vontade de fazer uma viagem até lá (um dia, quem sabe).
Fiquei muito tempo sem ler livros de ficção e precisava escolher um livro mais divertido para me distrair dos estudos, porém esse livro me jogou novamente em assuntos políticos. Deveria ter lido esse livro em outro momento, pois não curti o bastante.
Apesar de ter uma trama bem interessante o desenrolar da história não empolga por tratar muito de política, isso porque Saïd esteve envolvido diretamente no ramo, pois era Ministro da Comunicação Social no governo de João Figueiredo. Embora não tenha curtido tanto quanto esperava, é um livro interessante para conhecer alguns fatos históricos da Argentina.


A trilha sonora para essa história precisa ser dos argentinos do Bruthal 6 e dar aquele clima castelhano na leitura.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...