Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha: A Bela e a Fera

Título: A Bela e a Fera

Autor: Madame Beaumount – Madame Villeneuve

Editora: Zahar

Ano de publicação: 2016

Páginas: 238

ISBN: 9788537816042

Nota: 04/05


Eu sempre gostei muito do filme “A Bela e a Fera”. Toda vez que passava na televisão eu fazia questão de assistir, e vi também muitas vezes quando antigamente tinha em fita VHS (FAZ TEMPO).  Quando saiu o filme novo, infelizmente não consegui ver, mesmo querendo muito assistir.

Esse livro contém dois contos. Um é a versão original e o outro foi reescrito. Originalmente, a história foi baseada em um caso real de um homem chamado Pedro González, um espanhol que nasceu em Canárias e nasceu com a “síndrome do lobisomem”. A doença é caracterizada pelo crescimento anormal dos pelos do rosto e do corpo. Pessoas que tinham essa síndrome, geralmente tendiam a ser isoladas pelas outras pessoas e discriminadas, muitos até viravam atrações de circo. Pedro conseguiu se tornar uma pessoa que apesar de sua aparência, se tornou muito inteligente e acabou se casando com uma bela moça chamada Catarina, já o final dessa história, se foi feliz ou não, você terá que pesquisar para saber (hahaha). Ao saber que uma história parecida com a fictícia já aconteceu, fiquei ainda mais empolgada para ler.

Vou confessar que demorei para ler esse livro. Como são dois contos, o primeiro ele era bem pequeno e rápido para ler. Já o segundo conto que é o original, fiquei me arrastando na leitura.

São duas escritoras diferentes e no livro você encontra uma breve apresentação da vida de cada uma delas. Tanto Madame Beaumont quanto Madame Villeneuve eram mulheres fora do convencional.

Os dois contos tem pontos em comum, mas acredito que a escrita de Madame Villeneuve, apesar de ter escrito o conto original, não me agradou muito. Achei que ficou enrolando demais a história, sendo que poderia ter sido mais objetivo. Principalmente a parte que Bela começa a conhecer o castelo. Deu uma canseira e tanto. A autora descrevia os cheiros, as cores, como eram os pássaros. Eu acho legal mostrar o mundo encantado que a Fera e a Bela vivem, massss achei um pouco exagerado.

Agora, uma coisa que eu gostei foi a treta entre as fadas no conto original. Achamos que as fadas são boazinha, negativo. Nem todas são. Algumas fazem qualquer coisa para conseguirem o que quer, até mesmo destruir a vida das pessoas.

Uma coisa em comum nos dois contos foi as características da família de Bela. A garota era adorada por todos, exceto pelas irmãs que morriam de inveja dela. Enquanto as irmãs de Bela queriam luxo, a garota era simples, não fazia questão de muitas coisas e detalhe adorava ler. A garota encantava a todos e não precisava fazer muito esforço para isso. Enquanto ela tinha vários pretendes, suas irmãs não atraíam ninguém, por serem amarguradas demais.


A versão que comprei é de capa dura e as folhas são amarelas. A única coisa que incomodou foi que, como o livro é uma edição pequena dificultava um pouco a leitura. O livro fechava sozinho várias vezes fazendo com que eu perdesse a página, mas tirando isso eu gostei muito dessa edição. Vários desenhos ilustrando cenas importantes, o tamanho da fonte também foi bem agradável. Recomendo para quem quer conhecer a história original. Foi uma experiência de leitura muito boa para mim. Me deixou morrendo de vontade de ver o filme que saiu recentemente com a Emma Watson, para conseguir mensurar a quantidade de mudanças, que eu tenho certeza que foram excelentes.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...