Resenha: O sol é para todos Resenha: Em algum lugar nas estrelas Resenha: Laços

Resenha: A história de nós dois


Título: A história de nós dois

Autor: Dani Atkins

Editora: Arqueiro

Ano de publicação: 2016

Páginas: 351

ISBN: 9788580415407

Nota: 05/05


O primeiro livro que eu li da autora foi “Uma curva no tempo” e eu fiquei destruída com o final. Tem resenha aqui. Foi então que comecei a correr atrás de outros livros que ela tinha escrito e esse já tinha a tradução para o português. Demorei a comprar e para ler, mas acho que fiz a coisa certa. Sinto que li esse livro na hora certa, por que fez tanto sentido tantas coisas para mim. Fora que estava precisando ler um romance rs.

Nossa personagem principal da história é a Emma. Ela tem 27 anos e está próxima de se casar. Tudo está correndo muito bem, e finalmente chega o dia da despedida de solteiro tanto dela quanto do seu noivo Richard. Tudo corre da melhor forma possível, todas as amigas de Emma estão presentes, sua sogra também, exceto sua mãe, por motivos que vou citar depois.

Suas melhores amigas desde a infância são Caroline e Amy. Elas são inseparáveis, mesmo depois de Emma ter ficado alguns fora morando em Londres, quando ela voltou para sua cidade natal parecia que tudo tinha parado do jeito que estava quando ela foi embora e agora voltaria a seguir por conta da sua volta.

Ao saírem da festa, Amy tinha bebido muito e como Caroline é quem ia dirigir, foi uma sorte e tanto. Porém, parece que as coisas não estavam tão favoráveis assim. As três estavam juntas quando o acidente aconteceu. Sem chances de evitar, não dava tempo, não tinha o que fazer.

Mas, um homem que nenhuma delas conhecia aparece para ajuda-las antes que uma tragédia muito maior aconteça. Esse homem é Jack, um americano escritor e um homem incrível. Virei fã dele, sério. Desde a primeira vez que ele apareceu na história eu já tinha gostado dele e fui cada vez mais me vendo apegada a ele.
Depois do acidente nada mais será a mesma coisa. Principalmente para Emma, que acaba descobrindo com o tempo muitas coisas que ela nunca imaginava que seria possível. A única coisa, assim, que achei um pouco forçada foi a forma que ela começa a ligar alguns fatos. Achei muito repentino, como se ela estivesse procurando razões para dar um fim em certas coisas, mas enfim.

A mãe de Emma tem Alzheimer, o que fez com que a garota largasse tudo em Londres para voltar a morar em sua cidade natal para ajudar seu pai a cuidar da mãe dela, o que eu achei incrível, por que isso demonstrou que ela realmente amava sua mãe e seu pai, muita gente não faria a mesma coisa oq eu me fez admirar muito Emma. O pai e ela ficam o tempo todo atentos para não darem brechas para a mãe de Emma fugir, o que já aconteceu algumas vezes e como ela não se recorda de muitas coisas, ela sozinha nas suas é um perigo, foi um desses motivos que fez a garota largar tudo para trás.

A conexão entre Emma e Jack parece cada vez mais forte, mas ela não compreende direito o que isso quer dizer. Ela acha que por conta de ele ter a salvado no acidente, tudo o que ela estava sentindo seria gratidão, mas as vezes ela sente que não é somente isso. Eu acho a conexão deles tão linda que eu me peguei suspirando várias vezes. Foi o primeiro triângulo amoroso que não me deixou desconfortável. Jack é um cavalheiro incrível, o tipo de homem que consegue conquistar qualquer mulher.

Richard morre de ciúmes de Jack. Fora que a relação de Emma e Richard não anda muito bem, principalmente depois do acidente, ela anda bem distante dele e evitando até dormir na casa dele, abalando cada vez mais as coisas entre eles.

Como Richard é professor e trabalha na mesma escola que a mãe de Emma trabalhava quando dava aula, ele foi escalado para ir a uma excursão com os alunos. Durante essa viagem, muitas coisas vão mudar. Emma acaba descobrindo muitas coisas e não vai deixar barato.

Me identifiquei muito com Emma e acredito que faria as mesmas coisas que ela. Existem coisas que por mais que a gente perdoe, nunca mais será a mesma coisa. Confiança quando se quebra ou se abala é para sempre.

Senti ranço em muitos momentos de Richard e tinha horas que dava vontade entrar no livro e dar na cara dele. Ele é daqueles de forçar a barra mesmo que aquilo não vá dar em nada ele tenta mesmo assim. E ainda contava com pessoas que apoiavam suas atitudes o que era ainda pior.

Sinceramente foi um dos melhores livros que li esse ano. A autora me surpreendeu com a forma que ela decidiu contar a história. Eu imaginava que o começo do livro estava descrevendo uma coisa e quando foi chegando no final entendi que na verdade era outra situação o que me fez ficar ainda mais encantada com a história. Estou até agora saboreando toda essa história e já sentindo muita falta dos personagens.

Fiquei bem surpresa com o desfecho desse livro, apesar de ter especulado diversas vezes o que poderia acontecer no final, mas nada se compara ao que li e a autora mais uma vez conseguiu me conquistar. Li esse livro bem rápido e para quem gosta de romances, mas que saiam um pouco do padrão dos convencionais eu indico essa leitura. As páginas são amarelas e o tamanho da fonte é confortável para ler.

Não vejo a hora de ler o próximo livro da autora que se chama “Nossa música”! E você, já leu algum livro da autora? Conta ai nos comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...